coleta-espermatozoides-reproducao-assistida
Coleta alternativa de espermatozoides para técnica de Reprodução Assistida
11 maio, 2015
processamento-seminal-HIV-positivo
Técnicas de Processamento Seminal para homens HIV positivo
28 maio, 2015

Criação de espermatozoides in vitro

criacao-de-espermatozoides-in-vitro

Sabemos que o processo de desenvolvimento do espermatozoide chamado espermatogênese, inicia- se a partir de uma célula germinativa primária, a espermatogônia. No final de 2104, pesquisadores franceses conseguiram criar espermatozoides humanos in vitro a partir de células testiculares “imaturas” (espermatogônias) retiradas através de biópsias testiculares de pacientes.

Essa notícia foi recebida com prudência, mas saudado como uma promessa por especialistas para o tratamento da infertilidade masculina. Pesquisadores receberam o anúncio como algo promissor, ainda que mantendo prudência sobre o seu alcance. “Se funcionar, o método traz grandes perspectivas”, afirma Nathalie Rives, diretora do Centro de Reprodução Assistida do Hospital de Rouen, entrevistada pelo jornal “Le Figaro”.

No entanto, Nathalie mantém reservas “sobre a extensão da descoberta”, considerando que “não está excluído” que os adultos com uma completa ausência de espermatozoides (azoospermia) apresentem “anomalias genéticas que também impeçam a espermatogênese (processo de produção de esperma) in vitro”.

Este estudo abre caminho para terapias inovadoras para preservar e restaurar a fertilidade masculina, um problema real na sociedade global, onde observamos há 50 anos uma diminuição de 50% na contagem de esperma”, segundo a companhia francesa Kallistem. Eles afirmam que “estudos pré-clínicos devem durar até 2016 e os ensaios clínicos devem começar em 2017″. O objetivo é comercializar a tecnologia em cinco anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>